RESENHA: UMA CHANCE PARA RECOMEÇAR - DIANA SCARPINE

2 de janeiro de 2018

Carina é uma workaholic rica e bem-sucedida cuja vida se resume ao trabalho. Afogada em estresse, ela não se importa com a solidão que habita seu coração, pois o amor nunca foi uma das suas prioridades, até que algo inusitado acontece. Repentinamente, ela se vê privada do trabalho e deseja aplacar a solidão que a consome, principalmente quando conhece Aurélio, que a trata de uma forma diferente da qual ela está acostumada. Consumido pela tragédia que vitimou sua família e deixou-lhe sequelas físicas e emocionais, Aurélio não quer nada além de se afundar cada vez mais na dor e na culpa que sente. Suas certezas começam a ficar abaladas à medida que Carina se aproxima cada vez mais dele. Quantos obstáculos precisam ser vencidos para recomeçar? O amor é capaz de vencer as amarras do passado e o preconceito?



Título: Uma chance para recomeçar
Autora: Diana Scarpine 
Páginas: 432 páginas 
Editora: Pandorga 
Gênero: Romance 
Ano: 2016

Mais um livro finalizado que vai deixar saudade! Escrito pela digníssima Diana Scarpine (não conhecia, mas amei sua escrita) que deu-me o prazer de desfrutar dessa leitura tão boa. Uma chance para recomeçar é de um gênero que não sou muito fã (romance) entretanto, esse livro foi uma exceção no qual despertou-me um outro lado meloso e dramático. Uma história interessante e bonita de ler que vai desde preconceitos até a verdadeira felicidade. 

O enredo vai falar sobre a vida de duas pessoas totalmente diferentes: Carina e Aurélio, enquanto uma é viciada em trabalho, o outro sofre com a própria aparência. E essas duas vidas irão se encontrar e uma confusão terão nos seus pensamentos.

Aurélio era um homem bonito que tinha uma linda família, todavia sofre um acidente de carro e torna-se o único sobrevivente, como consequência tem seu rosto desfigurado e fica cego, mais isso não é o único problema, Aurélio se torna um homem desgostoso e acha que não merece ser feliz, pensa em si próprio como um monstro e afasta todos que tentam aproxima-se.

"Eu sentia-me cada vez mais atraído por ela e, não obstante a série de obstáculos existentes, essa sensação tornava-se cada vez mais forte e inevitável."

Carina além de ser workaholic (viciada em trabalho), tem uma família complicada e adquire por causa do excesso de trabalho uma doença na face, estressada e cansada da solidão tenta buscar um novo rumo para sua vida.

O dois encontram-se por acaso e Carina tenta se aproximar, mas Aurélio tenta afastá-la o máximo que pode. Todavia, chega um momento que a atração é mais forte e os dois acabam se rendendo, mas não acaba por aí, ainda terão que enfrentar o preconceito e pressão por parte da família de Carina, essa que não se deixa abater com qualquer coisa. 

E a luta continua, porque o mais importante é:


"Ser feliz até onde der, até onde puder. Sem adiar, ser feliz o tanto que durar"


                                                     
SOBRE A AUTORA:

Diana Scarpine
Baiana da cidade de Jequié, possui graduação em Ciências Biológicas, mestrado na área de saúde e atualmente cursa doutorado, no qual tem se dedicado ao estudo da deficiência e da Tecnologia Assistiva. Apaixonada por literatura, escreve desde os treze anos de idade, transitando entre a prosa e a poesia. Além de “Uma Chance para Recomeçar”, é autora de “Entrelace: Caminhos que se Cruzam ao Acaso”.

10 comentários:

  1. Oie amore,

    Que blog mais amor, parabéns!
    Não li nada da autora até o momento, mais esse já me chamou a atenção, a começar por essa capa - que linda!!!
    Adoro histórias que colocam temas como preconceito a tona, nos faz refletir a respeito de nossas próprias atitudes.
    Dica anotada por aqui!

    Beijokas!
    www.facesdeumacapa.com.br

    ResponderExcluir
  2. Olá! Cheguei a começar mas não consegui terminar, não fluiu, talvez dê outra chance. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Oi, tudo bem?
    Ainda não conhecia a autora, assim como o seu livro. Também não sou muito fã de romance, mas esse me parece legal, principalmente pela história do Aurélio. Talvez eu dê uma chance qualquer dia.
    Até mais o/

    ResponderExcluir
  4. Oi!
    Que bom que você gostou da leitura, infelizmente foi uma das minhas piores de 2017 :(
    Achei a história meio arrastada demais e o final corrido, infelizmente não funcionou pra mim =/

    ResponderExcluir
  5. Oi, tudo bem?
    Eu ainda não conhecia o livro e nem a autora. Confesso que achei a premissa um pouco clichê, acho que cansei um pouco de romances em que um dos protagonistas tem um passado trágico que muda a sua vida e o deixa amargurado e isolado.
    No entanto, fico feliz que você tenha gostado da leitura e vou deixar a dica anotada. Quem sabe futuramente resolvo ler né?
    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. oi, Aline... confesso que nunca tinha ouvido falar da autora e seus livros até este momento... e como o gênero realmente não me empolga, não senti vibe pra encarar a leitura... achei a premissa bem 'mais do mesmo'...
    bjs...

    ResponderExcluir
  7. Oi, já conhecia esse livro, um romance romântico daqueles de suspirar, né?! Parece bom para uma leitura de entretenimento e curar de ressaca literária.

    ResponderExcluir
  8. Olá
    Eu já li o romance e simplesmente me apaixonei, tem muitos clichês que eu amo em histórias como essa..ótima resenha estou seguindo o blog!
    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Olá! Amei esse quote final, tanto que até rolou um ctrl c + ctrl v aqui, vai ir pras minhas inspirações no planner <3.
    Amei a resenha e a dica.
    Bjs,
    Luana

    ResponderExcluir
  10. Olá
    eu recebi o livro da autora mas infelizmente ainda não o li por falta de tempo, parece ser um romance muito bonito então curiosidade nao me falta, ótimo ler sua resenha e saber mais sobre

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir