09 julho 2016

ENTREVISTA: KARINA ZULAUF | EM SUAS ASAS

Olá, tudo bem com vocês? Tive a ideia de fazer uma entrevista rápida com alguns autores para conhecer o trabalho deles. Quando decidi fazer isso, a primeira pessoa que pensei foi a Karina, que já é parceira do blog. Ela escreveu o livro Em Suas Asas, publicado pela Chiado Editora em Setembro de 2015. A resenha do livro já foi publicada aqui no blog, e caso tenha interesse de conhecer mais sobre o seu romance, confira a resenha no blog.

AUTORA: KARINA ZULAUF TIRONI

LIVRO: EM SUAS ASAS

EDITORA: CHIADO


1. Quando você começou a escrever e elaborar idéias?
Assim, a época que me lembro é pelos oito anos, mais ou menos. Eu já lia muito nesse período, e comecei totalmente inocente, sem nunca nem pensar que estaria publicando algo. Não me imaginava nem mostrando os escritos para minha mãe, de tão pessoais que eram.  Escrevia só para mim, pelo prazer que sentia ao escrever, como uma criança em um parque de diversões, com um mundo inteiro de possibilidades para ela.
Só depois, quando minhas amigas falavam: “já pensou em publicar?” é que tomei coragem e criei uma conta no NyahFanfiction e ficava empolgada com os comentários que recebia. Só então considerei realmente publicar com uma editora. E foi uma das melhores escolhas que já tomei na vida. Vejo que é meu futuro, sabe? Quero ajudar muita gente com meus livros, falar sobre temas que possam ascender uma luz no coração dos leitores, mesmo que inconscientemente. O “Em Suas Asas” não traz tanto disso, mas meus próximos livros irão, e espero que alcancem o objetivo.

2. Você se inspirou em algum livro ou autor?
Uma coisa engraçada que acontece (desconfio que não só comigo) é que minha escrita muda de acordo com minha leitura atual. Por exemplo, se estou lendo um livro de época, as falas dos personagens serão mais corretas. Se for um livro bem romântico, capricharei nas cenas do casal. É assim que funciona comigo. Muitas coisas me inspiram sem eu nem mesmo perceber. Mas, respondendo melhor a pergunta, todo tipo de arte me inspira, de uma forma ou de outra. Desenhos, livros, filmes, danças, pinturas...
Tá, Karina, mas o que dança tem a ver com literatura?
Tudo! As expressões corporais, faciais, sorrisos escapados no meio da coreografia, o jeito como esticam os dedos das mãos, ou tocam o braço do outro dançarino... A arte se encontra na arte, mesmo que não na superfície.

3. Se fizessem uma adaptação cinematográfica do livro, quais atores você imagina interpretando os protagonistas?
Meu Deus, que pergunta maravilhosa!! Assim, eu nunca tinha pensado nisso antes, mas alguns meses atrás eu fiquei imaginando como seriam. Daniel, com certeza absoluta, seria o Eike Duarte, meu primeiro crush, do qual tive ciúmes no Xuxa só para Baixinhos 7 enquanto ele dançava a “dança da laranja” com aquela menina morena linda, desejando ardentemente que fosse eu em seu lugar. Ele se parece muito com como eu imaginava o Daniel <3
Já a Alice talvez fosse ou a Alice Englert (ironia do destino? Talvez), ou a TaissaFarmiga (toda santa vez eu leio Taissa Formiga), de cabelo escuro, claro.
Se algum livro meu virasse filme seria o ápice da minha vida. Sem brincadeira.

4. Como você escolheu as frases que tem no começo de cada capítulo? Qual a finalidade delas?
Não vou mentir, eu tirei essa ideia dos livros da Paula Pimenta, “Fazendo meu Filme”, onde em cada começo de capítulo há uma frase, seja de algum filme, música, ou o que for. Eu achei a ideia maravilhosa e achei que elas poderiam dar uma vontade extra da pessoa alcançar o próximo capítulo, inspirar ou até aconselhar, em alguns casos. As frases dão um gostinho do que verá no capítulo.
Eu tenho nas notas do celular uma só de frases que eu gostei para pôr no começo dos capítulos, a maioria eu tirei de filmes, séries, músicas, tumblr, etc... Hoje em dia essa nota essa cheia, tipo, mais de 100 frases. Elas até me inspiram a continuar escrevendo, pois escolho-as quando estou esboçando o capítulo, e fico sempre muito ansiosa por escolher a próxima.

5. Se não fosse a Chiado Editora, qual editora você escolheria para publicar seu livro? Por que?
É uma coisa muito complicada, escolher uma editora. Pois, não depende taaanto de você. Muitas não estão na época de receber originais, ou são famosas demais, e sabe como é o incentivo à cultura hoje em dia no Brasil. Eu tive sorte de pegar uma editora ótima, que se preocupa com a opinião dos autores, e é muito liberal nesse estilo. A Chiado é maravilhosa e ela está me abrindo tantas portas que nem sei explicar.
Talvez, por ela ser nova aqui no Brasil (a Editora Chiado é originalmente de Portugal), ainda não tenha tanto reconhecimento como deveria, mas acho que para estar publicando meu primeiro livro, ela está sendo perfeita. Quem sabe, no futuro, ela se expanda ainda mais.
Respondendo à pergunta: Editoras que me chamam a atenção são a Novo Século, Intrínseca, Galera, Novo Conceito, Arqueiro, Verus...

6. Você se orgulha do publico e dos comentários que você conquistou? 
Muuuuuito!
Estou só no começo da caminhada, que sei que será longa, mas, tendo em vista que não faz nem um ano desde que os livros foram publicados, estou bem orgulhosa. Fico tão feliz em ver que os leitores estão gostando do livro, de verdade, até me dá um aperto no coração. Espero que muito em breve mais pessoas descubram os livros que publicarei. Não se trata de fama ou dinheiro, mas porque realmente gostaria de criar um vínculo com todas elas. Cada leitor que falar comigo, em qualquer rede social, irei responder com um sorrisão no rosto. Além da ligação autor-leitor, quero ser amiga, quer conversar sobre livros, sobre a vida e sobre o que quiserem conversar.
Espero ainda criar uma grande família na minha vida, quero ajudar, quero fazer alguma diferença. Pois, como disse Madre Teresa: “O que eu faço é uma gota no meio de um oceano, mas, sem ela, o oceano será menor.” E isso resume basicamente o significado que quero dar à minha vida (:

7. Pretende publicar mais livros? Quais gêneros? 
Com certeza! Pretendo publicar livros até eu deixar esse mundo. E se houver vida após a morte, voltarei em algum médium para escrever. Porque, olha, se eu não escrever acabarei explodindo.
Uma coisa que não consigo ignorar nos livros é o romance. Já tentei escrever de tudo, até sobre terror, mas acabo, toda santa vez, criando um casal na história, nem que seja entre os dois personagens mais improváveis. Vou fazer o que se é o amor que me faz seguir em frente no sonho de escrever?
Porém, vou tentar aperfeiçoar minha escrita para abranger mais coisas e com o passar do tempo irei me melhorando.

8. Quem são as pessoas que mais te apoiam e te impulsionam a continuar escrevendo?
Minha mãe e as pessoas que leram os livros e vieram me contar que realmente gostaram dele, perguntando sempre por uma continuação.
Minha mãe, Soraya, desde o primeiro segundo em que disse, meio acanhada “mãe, acho que quero publicar um livro”, esteve comigo nessa jornada. E eu sou TÃO GRATA pela mãe que tenho, porque sei que não é todo mundo que têm uma mãe ou um pai que o incentiva a seguir seu sonho. Saber que ela aprova o que eu quero para o meu futuro é o meu combustível. Agradeço todos os dias por ter nascido como sua filha.
E é inegável o incentivo que as pessoas que leram o “Em Suas Asas” estão me dando. Saber que estão gostando me dá uma impulsionada para frente que vocês não tem noção.


Peço que não tenham vergonha ou receio de falar comigo. Julia fez uma resenha do meu livro e nós nos tornamos amigas, porque sinto que isso está faltando um pouco; essa ligação afável entre autor e leitor. Quero que todos sejamos grandes amigos, quero que sintam que podem vir conversar comigo sobre qualquer coisa. Pedir conselhos, indicar livros, me dar algumas críticas construtivas sobre o que acham que devo melhorar na minha escrita, ou mesmo só conversar. Sintam-se livres para vir falar comigo, adorarei conhecer cada um de vocês <3

2 comentários:

  1. Amei todas as respostas <3 Ler essa entrevista me passou uma paz super gostosa. Ela é autora de uma obra que acredito ser maravilhosa (estou louca para ler) e ainda é normal kk não sei como explicar, mas amei essa proximidade que senti lendo a entrevista.
    isabellefelicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, que linda, meu Deus <3
      Espero que goste do livro, Isa, e venha me contar depois o que achou!
      Um grande beijo! :3

      Excluir