08 fevereiro 2016

[RESENHA] IRMANDADE DE COPRA - CAROLINE DEFANTI

Em um futuro longínquo, a quase extinção do ser humano fez com que os poucos que restaram lutassem pela sobrevivência em colônias extraterrestres. Entretanto, alienígenas se apossam da Terra e a curam, mas os homens desejam ter seu planeta e vidas de volta.Mas os seres não parecem dispostos a abrir mão de seu novo lar. Por isso, os homens criam novos soldados, uma raça nova capaz de combater essas criaturas e recuperar o planeta.Assim nasce a Irmandade de Copra!


Autora: Caroline Defanti
Páginas: 432
Editora: Arwen
Avaliação: 
♥♥♥♥♥


Recebi o livro em parceria com a querida Caroline Defanti, tivemos uma ótima parceria, ela foi muito educada o tempo todo e até conversamos sobre o livro enquanto eu lia e tentava entender algumas coisas confusas do livro(irei explicar).

Irmandade de Copra é uma ficção científica, algo muito novo para mim que não havia lido muitos livros do tipo. Bom, o livro é cheio de coisas que inicialmente será complicado de se entender, mas conforme a leitura você começa a entender tudo certinho.
No final do livro, tem um dicionário para você entender as palavras estranhas, frases estranhas que você encontra no livro. Eu adorei, foi uma pena perceber isso depois hahaha no início fiquei bem perdida.

O livro é narrado na terceira pessoa e mesmo para quem prefere ler livros em primeira pessoa, irá perceber o quão este detalhe é importante. São muitos personagens, além dos humanos, os aliens também tem uma enorme participação no livro. Como disse acima, no final do livro tem o dicionário dos aliens para vocês entenderem algumas palavrinhas esquisitas.

O livro foi muito bem desenvolvido, principalmente após a invasão, pois os aliens passam a ter mais participação no livro. Eu simplesmente amei o trabalho da autora quanto aos personagens, ela conseguiu fazer uma bela equipe, uma bela Irmandade. Chess, Dakarai e Musa foram os melhores personagens para mim, apesar de estar apaixonada por Boom e as palavras sábias de Padre.
Não irei deixar de dizer o quanto gostei de Cara, queria que ele estivesse mais na história para eu conhecer mais sobre ele. Musa amava seu irmão e acompanhei todas as dores dela e de Chess, que se sentia culpado pela morte do amigo.

Acredito que por ser uma ficção científica, um dos gêneros que eu não tenho o costume de ler, fiquei um pouco entediada em certos momentos, um pouco confusa por ser um livro bem detalhista e com uma escrita perfeita.
Eu indico muito o livro para quem gosta do gênero, é algo bem surpreendente para todos. Eu nem curto muito essa de aliens e coisas assim, mas após este livro, fiquei até mais interessadas em assuntos do tipo.

8 comentários:

  1. ótima resenha. Confesso que o contexto não faz muito o meu estilo, mas fiquei feliz em saber que se no caso resolvesse me aventurar, teria um mini dicionário pra melhor entendimento no fim!

    Mergulhares | Blog

    ResponderExcluir
  2. Opa! Muitíssimo obrigada pela resenha, Ju. Que bom que gostou do livro! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz por ter me concedido essa ótima leitura, e está resenha no blog ♥

      Excluir
  3. Oiiii! Adorei sua resenha, foi muito sincera. Ficção científica também é um gênero obscuro pra mim, mas este livro parece bem legal mesmo. ^_^

    Beijo,
    Vi. <3

    http://blogfloreando.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir